08/012019

Redução dos custos de energia no horário de ponta com a locação de grupos geradores

Locação de Geradores

Um dos maiores custos operacionais em empresas de grande porte é a energia elétrica, que pode chegar a 40% do total. Se a empresa opera no horário de ponta entre 18h e 21h nos estados da região sul do Brasil, o custo pode ser até sete vezes maior que no horário fora de ponta

A primeira alternativa avaliada para redução destes custos é a aquisição de uma usina para gerar a própria energia. Para clientes AT, a geração a diesel ou gás natural no horário de ponta é mais barata que a energia da concessionária, além de ser uma fonte alternativa de energia para casos de falta ou queda de luz da rede pública. A locação de grupos geradores para esta necessidade nem sempre é avaliada, ficando restrita a situações emergenciais ou temporárias. Em diversas situações, a locação pode ser mais vantajosa que a aquisição de uma usina com as mesmas características.

Quando a locação é melhor que a compra?

O consumo de energia é sazonal: Clientes cuja maior carga é refrigeração (câmara fria ou climatização) e possuem um consumo muito maior no verão; clientes do agronegócio, pois apresentam demanda no horário de ponta somente na safra e nestas condições compensa mais locar geradores adicionais para o período do ano onde há maior consumo. Ao invés de comprar uma usina e não utilizar plenamente durante todo o ano.

Há previsão de alteração do consumo com o passar do tempo: Adquirir uma usina é um investimento alto que deve ser bem estudado. Se há a possibilidade de alteração considerável no perfil de carga, como por exemplo, a previsão da implantação de um projeto de eficiência energética nos próximos anos, não há porque investir em uma usina que ficará superdimensionada com o passar do tempo. Neste caso, a locação da usina é uma ótima opção.

Componentes adicionais que devem ser avaliados na comparação locação x compra de um grupo gerador

Depreciação do equipamento: Ao analisar a compra de um grupo gerador, deve ser considerada a sua depreciação. Em termos contábeis, a depreciação é constante a uma taxa de 1/120 do valor do equipamento ao mês, com depreciação total após 10 anos da data da aquisição. Em termos práticos, é o desgaste natural que o equipamento sofre com o uso e com o passar do tempo, desvalorizando-o constantemente. Depende do ambiente em que o equipamento está instalado, qual a periodicidade das manutenções, além da qualidade da mão de obra e das peças de reposição. Estes fatores podem fazer com que a depreciação total varie de poucos meses até algumas décadas. A certeza que temos é que, após sair da fábrica, o equipamento irá desvalorizar constantemente.

Variação de custos com manutenção de um grupo gerador: Com o passar do tempo, as manutenções preventivas de um gerador próprio se tornam mais caras, já que as intervenções em intervalos acima de 1500 horas de operação demandam mais peças e maior quantidade de mão de obra. Além do plano de manutenção do fabricante prever este aumento de custo com o passar do tempo, ainda há a possibilidade de reparos que não estavam previstos. A única condição em que o custo de manutenção é previsível ao longo do tempo é em um contrato de locação, já que a manutenção é responsabilidade da empresa locadora.

Um caso real

A seguir são apresentados os resultados de um estudo elaborado para um cliente conectado em área de concessão da CEEE, no Rio Grande do Sul. No gráfico abaixo é possível verificar o gasto médio mensal com energia elétrica e o quanto deste gasto é relativo ao horário de ponta.

Abaixo é apresentado o comparativo entre os custos de energia elétrica no horário de ponta da concessionária de energia de uma usina de geração a diesel própria e de uma usina de geração locada.

Nesta situação, o custo operacional no horário de ponta de uma usina locada é praticamente 30% inferior ao custo da concessionária, e ligeiramente inferior ao custo de aquisição de uma usina de geração. Somam-se a este benefício as vantagens expostas acima, além da garantia de uma fonte de energia alternativa e a confiabilidade da marca Cummins.

 

 

 

Categorias:

Para maiores informações sobre a Motormac, entre em contato:
(51) 3349-3200
Fale Conosco

""Tenho orgulho em fazer parte desse time”."

Josiane Souza - Grupo Motormac

Matriz

Av. Assis Brasil, 11.000 | Bairro Sarandi
CEP 91140-000 | Porto Alegre / RS

motormac@motormac.com.br

JCB Cummins